Nº11 – A importância de conter o contágio no transporte público

Sobem os óbitos e casos confirmados de COVID-19 em Niterói. Cresce a importância de manter o distanciamento social e conter o contágio no transporte público.

Brasil registra 1.264 mortes de COVID só nesta sexta e chega ao quarto dia com mais de mil mortes diárias. São 63.254 no total. No estado do Rio de Janeiro, são assustadores 10.500 óbitos. E Niterói tem 215 mortes, sendo 4 nesta sexta. Ontem, também foram 186 casos confirmados, é o quinto maior número de casos em um único dia. A antiga capital do estado chegou ao quarto dia consecutivo com mais de 100 novos casos diários. Apenas na semana mais crítica da doença na cidade aconteceu uma sequência mais elevada. Niterói segue com mais de 100 hospitalizados, tendo 108 leitos de COVID ocupados.

A subida no número de óbitos e casos confirmados tem subido de forma perigosa e consistente nas últimas semanas. Contando com o apoio e participação da população, entendemos que é fundamental avançar nas ações do poder público para conter o contágio da doença. Além do fortalecimento da política de isolamento social, dentro do possível, é urgente, enquanto não encontrarmos a vacina, avançar nos cuidados de higienização e distanciamento pela cidade.

No sentido de contribuir, o mandato do deputado Flavio Serafini fez uma vistoria nesta quarta (01) na estação de barcas e no Terminal de ônibus de Niterói, dois locais centrais na integração do Leste Fluminense e da região metropolitana. As cidades integradas nesses modais de transporte encontram-se em estágios diferentes da covid, precisando ter muito cuidado para não espraiar o contágio. Disponibilizamos aqui uma tabela com os números da doença nas principais cidades atendidas pelo Terminal e pela Estação de Barcas da Arariboia, além de gráficos sobre a origem dos passageiros nesses ramais.

Na fiscalização identificamos falta de medição de temperatura, escassez de álcool em gel, descuido na organização do distanciamento nas filas, dificuldade de acesso a banheiros e falta de sabão para limpeza das mãos. Encaminhamos esses problemas para Prefeitura de Niterói, Secretaria de Transporte e Ministério Público. Já tivemos algumas respostas positivas no sentido de sanar essas graves deficiências. Seguiremos alerta para que a saúde da população seja prioridade!

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close