Flavio Serafini

Alerj aprova medalha Tiradentes para padre Julio Lancellotti

A Alerj aprovou o Projeto de Resolução nº 451/2020, iniciativa do mandato coletivo Flavio Serafini (PSOL), que condecora com a medalha Tiradentes o Padre Júlio Lancellotti pelos relevantes serviços religiosos e sociais prestados à sociedade brasileira

O Padre Júlio Renato Lancellotti é pedagogo e presbítero católico brasileiro e pároco da Igreja São Miguel Arcanjo, no bairro da Mooca, na cidade de São Paulo. Além da paróquia, o padre também é responsável pelas missas realizadas na capela da Universidade São Judas Tadeu, situada no mesmo bairro.

Como líder religioso e pedagogo por formação, o Padre Lancellotti tem sido incansável em trabalhos sociais, sobretudo com pessoas em situação de rua, demonstrando-se um verdadeiro educador, religioso e ativista no combate à fome e outras mazelas sociais. Mantém há 35 anos um compromisso constante com a população em situação de vulnerabilidade. Nas palavras do próprio Padre Lancellotti, “É preciso olhar para a vida de forma humana. Isso não é tarefa só para os religiosos. Mas eu não conseguiria viver a dimensão religiosa sem humanizar a vida”.

Apesar da atuação do referido padre acontecer no âmbito da cidade de São Paulo, ela se reflete e inspira outros religiosos e não religiosos em todo o Brasil, quiçá no mundo, uma vez que o próprio Papa Francisco entrou em contato com o padre e reconheceu o seu trabalho social com os que mais necessitam.

Para o nosso mandato é muito pertinente homenagear um pedagogo que já exerceu a profissão formalmente e que na atualidade tem sido exemplar na defesa dos Direitos Humanos.

Conheça melhor o Padre Julio Lancellotti:

Padre Julio Lancellotti é entrevistado pelo jornalista Juca Kfouri no programa Entre Vistas da Rede TVT

2 comentários em “Alerj aprova medalha Tiradentes para padre Julio Lancellotti”

Deixe uma resposta

%d